4 Dicas para advogados pagarem menos impostos

Uma das maiores preocupações do profissional que atua na advocacia é garantir que os tributos do seu negócio sejam pagos corretamente e dentro da legislação tributária.

Afinal, sonegar impostos é um crime grave, além de fazer com que o advogado encontre uma série de dificuldades que podem acarretar o pagamento de valores muito mais altos do que a já pesada carga tributária.

Logo, você pode trabalhar 100% dentro da lei sem precisar buscar “meios alternativos” para obter uma redução de impostos.

Existem maneiras para advogados pagarem menos impostos? A resposta é sim!

Por isso, vamos descobrir algumas dicas para garantir que você, advogado, possa economizar com impostos.

1 – Planejamento tributário

Primeiramente, é preciso que você faça um planejamento tributário baseado na expectativa ou na projeção do seu faturamento. Essa tarefa deve ser a primeira a ser realizada, caso você ainda esteja se instalando e ainda não tenha exercido sua atividade advocatícia.

Agora, para escritórios que já estão em atividade, o planejamento tributário deve ser realizado a qualquer momento, principalmente quando analisado o índice de alíquotas pagas relativas ao seu faturamento.

Assim, o planejamento tributário para escritórios de advocacia tem como objetivo uma considerável redução de impostos, já que estes representam uma boa parcela dos custos empresariais.

2 – A escolha do regime de tributação a ser implementado

Muitos advogados, principalmente os que acabaram de abrir um escritório de advocacia, ficam em dúvida sobre qual seria o melhor regime de tributação a ser adotado.

Pois, saiba que uma escolha mal pensada do modelo a ser implementado compromete a saúde financeira do seu negócio, o que resulta em um encargo de impostos maior que o necessário.

Por isso, é extremamente importante que você avalie qual enquadramento fiscal é o ideal para o seu escritório de advocacia – Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional.

Muitos advogados pagam mais impostos do que deveriam por conta da ausência de uma gestão interna eficiente que seja capaz de gerar dados e informações confiáveis para uma observação mais criteriosa do modelo tributário adequado.

3 – Considere repensar a estrutura empresarial

Em muitos casos, é mais viável que mais advogados se juntem para trabalhar em uma mesma estrutura física. Essa tática será um diferencial na hora de reduzir os impostos pagos pelo escritório.

4 – Analise as alíquotas a pagar

Esta é mais uma das excelentes dicas para advogados pagarem menos impostos – checar se você não está pagando alíquotas a mais do que a legislação exige sobre um produto ou serviço.

Sendo assim, busque soluções seguras para saber identificar quais alíquotas você está pagando que poderiam ser reduzidas.

Vale destacar que contar com a ajuda de uma contabilidade para advogados é o modo mais eficiente para analisar todas as ações referentes à redução de impostos e de contribuir para a evolução do seu negócio.

E essas foram as dicas para advogados pagarem menos impostos!

Precisa de ajuda? Entre em contato conosco clicando aqui.

Veja mais conteúdos:

4 Dicas para advogados pagarem menos impostos

Por que minha empresa não cresce? Conheça 3 motivos principais

Todo empreendedor já experimentou a sensação de não saber para onde a empresa está indo, de que tudo está fora de controle, estagnou e não há muito o que fazer para sair dali. Em geral, assim que essa fase chega, a primeira reação é sempre apontar os culpados mais comuns: a economia, os clientes, a equipe, a maré baixa, ou qualquer outro fator externo. Grande parte desses empreendedores não acredita no processo de crescimento de uma empresa.

4 Dicas para advogados pagarem menos impostos

Entenda o que é BPO (Business Process Outsourcing)

Assim que uma empresa cresce, surgem novas preocupações e demandas. Logo as novas dimensões começam a exigir novos profissionais, como contadores, gerentes financeiros, diretores de marketing, dentre outros. Ou ainda, o crescimento da carteira de clientes significa novos desafios e novas exigências de especialização. O problema, naturalmente, é que trazer mais pessoas significa mais contratos e mais tempo gasto em processos seletivos. Foi para resolver problemas desse tipo que nasceu o chamado BPO (Business Process Outsourcing)

4 Dicas para advogados pagarem menos impostos

Aprenda a gerar vendas recorrentes para sua loja

Para fazer vendas recorrentes, contudo, não é necessário que você tenha um serviço de assinaturas. Há diversas formas de assegurar vendas recorrentes utilizando de algumas estratégias para fazer com que o seu cliente retorne a sua loja diversas vezes e por diferentes motivos. Sabe aquela estratégia do mecânico que oferece uma manutenção e troca de óleo por um valor baixo, mas quando você faz o serviço, ele dá uma olhada no seu carro e fala: “olha, já que nós fizemos a manutenção, seria importante também a gente trocar uma peça X ou Y”. Ali, pode até ser que o mecânico não saiba, mas ele acaba de criar uma pequena recorrência.

Chamar no WhatsApp