Entenda mais sobre a nova versão do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda

O Governo Federal lançou as MPs 1.045 e 1.046, que regulam uma nova versão do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. O objetivo do Programa é ajudar as empresas que enfrentam dificuldades neste período de crise.

De maneira resumida, o Programa permite que as empresas possam reduzir a jornada de trabalho dos seus funcionários e consiga reduzir parte de suas despesas. Junto disso, cada trabalhador que tiver seu salário reduzido terá direito a receber um benefício pago diretamente pelo governo.

O Programa já havia sido lançado em 2020 e agora é relançado em uma nova versão. Desta vez, o Programa terá uma duração de quatro meses. Segue a leitura para entender um pouco mais sobre os requisitos para enquadrar os seus funcionários.

O que é o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda?

O Programa institui o chamado Benefício Emergencial (BEm) para todos os trabalhadores que sejam afetados pela redução da sua jornada de trabalho ou até mesmo pela suspensão contratual. O objetivo é assegurar um benefício temporário ao trabalhadores afetados com a suspensão contratual ou redução da renda através da redução da jornada de trabalho.

Quais são os benefícios do Programa Emergencial?

O Programa Emergencial garante os seguintes benefícios às empresas que precisarem aderir ao Programa:

– Pagamento do Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda,

– Possibilidade de redução de salários e da jornada de trabalho,

– Direito à suspensão temporária do contrato de trabalho.

Com isso, o trabalhador poderá firmar um acordo com a empresa no qual é possível escolher redução proporcional da jornada de trabalho ou até mesmo pela suspensão temporária do seu contrato de trabalho.           

três opções de redução da jornada de trabalho:

1 – Redução de 25% proporcional da jornada e do salário,

2 – Redução de 50% proporcional da jornada e do salário,

3 – Redução de 75% proporcional da jornada e do salário.

Programa Emergencial

Quais os requisitos para que o trabalhador tenha direito ao benefício emergencial?

Todo trabalhador com carteira assinada poderá aderir ao benefício, independente do seu tempo de vínculo com a empresa (mas desde que se enquadre nos requisitos necessários). Empregadas domésticas e gestantes também são contempladas pelo programa.  Os requisitos para adesão são os seguintes:

1. Receber salário igual ou inferior a R$ 3.300 mensais, ou

2. Possuir diploma de nível superior e receber salário acima de R$ 12.876,14 (duas vezes o limite máximo dos benefícios da Previdência Social em 2021).

Mesmo os trabalhadores que não se enquadram nesses requisitos também podem negociar uma redução de 25%. Porém, para isso os acordos não podem ser individuais, devem ser negociados de maneira coletiva, seja através dos sindicados ou outros representantes da categoria.

Quanto o trabalhador poderá receber?

O trabalhador receberá o salário proporcional garantido pela empresa junto ao recebimento do auxílio emergencial. Há também três opções de redução de jornada de trabalho, são elas:      

1-  25% do seguro-desemprego (por reduções de 25% da jornada),

2 – 50% do seguro-desemprego (por reduções de 50% da jornada),

3 – 70% do seguro-desemprego (por reduções de 70% da jornada).

4 – Caso haja suspensão contratual temporária, é possível receber até o teto do  auxílio seguro-desemprego, isto é, o valor de R$ 1.911,84.

O benefício emergencial afeta o seguro-desemprego do trabalhador?

O recebimento do benefício emergencial não afeta o seguro-desemprego do trabalhador. O seguro-desemprego serve apenas como referencia para o cálculo do benefício. Também vale ressaltar que o recebimento do benefício não afeta qualquer valor do seguro-desemprego do trabalhador caso ele seja demitido no futuro.

O que o trabalhador deve fazer para aderir ao Benefício Emergencial?

O trabalhador precisa apenas requisitar o benefício emergencial através de acordo individual escrito ou até mesmo através de acordo ou negociação coletiva (desde que se enquadre nos requisitos do Programa).           

O benefício garante alguma estabilidade do emprego do trabalhador?

Todos os trabalhadores terão direito a uma estabilidade no emprego igual ao período de vigência do benefício. Isso quer dizer que se o trabalhador receber dois meses de benefício, a empresa deverá garantir mais dois meses de estabilidade ao trabalhador.

Gostaria de ajudar para aderir ao Programa Emergencial? Clique aqui e fale conosco.

Veja mais artigos do nosso blog

Como contratar funcionários? Entenda todo o processo

Como contratar funcionários? Entenda todo o processo

A contratação de um novo funcionário na empresa é uma decisão muito importante que deve ser realizada com muita atenção.  Após avaliar o candidato no processo seletivo, e sua classificação como profissional, chegou a hora dos trâmites legais.

Como motivar os colaboradores: conheça os principais mitos e verdades

Como motivar os colaboradores: conheça os principais mitos e verdades

Todo empreendedor alguma vez já se deparou com esta dúvida: como motivar meus colaboradores? O que fazer para que eles estejam sempre dispostos e empolgados com o trabalho? tentamos diversas técnicas: elogios, aumento de salário, desempenhar outras funções, mas, muitas vezes, nada disso funciona de uma maneira definitiva.

8 sinais de que chegou a hora de contratar mais pessoas

8 sinais de que chegou a hora de contratar mais pessoas

Contratar mais pessoas é uma decisão que todo empreendedor prefere adiar o máximo possível. Infelizmente, é muito comum encontrarmos pessoas que preferem “economizar” a ter que trazer mais pessoas para a equipe. Esse tipo de decisão acaba tendo consequências desastrosas. Por vezes, a empresa não consegue crescer como deveria, não consegue atender todos os seus clientes, ou não consegue se expandir em todas as direções que lhe é possível. 

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais