Como construir e onde guardar a reserva de emergência da empresa

Apesar dos inúmeros vídeos, livros e dicas sobre a importância de uma reserva de emergência, muitas pessoas, sobretudo donos de empresa, ainda subestimam a necessidade de uma reserva financeira para os momentos de dificuldade.

Porém, bastou chegar a pandemia e toda a crise financeira para que muitas pessoas conseguissem entender a necessidade de estarmos sempre guardando algo para o futuro, para que possa ser utilizado sempre que alguma emergência aparece.

Tudo isso não se aplica apenas às necessidades de uma casa e de uma família, mas sobretudo às necessidades de uma empresa. A ausência de reservas pode significar o fim completo de um negócio.

Há muitas famílias que vivem diretamente do dinheiro arrecadado de seus empreendimentos e pequenos negócios. Daí que não construir uma reserva de emergência pode acabar se tornando uma imensa irresponsabilidade, capaz de afetar não apenas a empresa, mas todo o bem-estar de uma família.

Se você é daqueles empresários que estão sempre falando coisas como “ninguém sabe o dia de amanhã”, “é melhor aproveitar hoje”, e pensamentos do tipo, tenha em mente que não apenas a sua família, mas também as famílias que dependem dos funcionários da sua empresa, podem ser afetadas por crises financeiras.

Por essa razão, segue a leitura que falaremos sobre o que é e como construir a reserva de emergência da sua empresa.

O que é uma reserva de emergência?

Uma reserva de emergência é uma quantia financeira alocada para ser utilizada somente em momentos de emergência e dificuldade vivia pela empresa. A função de uma reserva de emergência é servir de “colchão” para manter as operações da empresa mesmo quando o seu faturamento estiver drasticamente reduzido.

Apesar de não existir uma regra fixa para empresas, o ideal é que a reserva de emergência seja uma quantia suficiente para manter a empresa funcionando por pelo menos um ano. Ou seja, se sua empresa necessita de R$ 10.000 mensais para custear suas operações básicas mensais, sua reserva deve ser de pelo menos R$ 120.000.

Isso não significa dizer que em momentos de crise você não deva reduzir despesas e confiar somente na sua reserva. Você deve buscar fazer os dois: reduzir despesas e, portanto, reduzir o valor que terá que retirar da sua reserva.

O capital alocado em uma reserva de emergência serve para custear operações básicas, como renovação de estoque, pagamento de funcionários e, em alguns casos, até mesmo custear o processo de falência da empresa.

Sim, pode ter certeza que, até mesmo para falir, uma empresa deve estar bem preparada. Caso contrário, você pode acabar com problemas ainda maiores em suas mãos.

Como iniciar uma reserva de emergência?

A resposta para isso é simples, mas difícil para a maioria das pessoas: poupando. Iniciar uma reserva requer simplesmente um plano para guardar e poupar todo o dinheiro arrecadado pela empresa.

Para construir uma reserva, algumas pessoas preferem poupar 10% do seu faturamento mensal, ou até mesmo 30% a 50%.

Tudo dependerá das condições financeiras da sua empresa. Porém, é importante que exista sempre um plano de quanto será guardado mensalmente e de quanto tempo levará até construir a quantia necessária.

Lembre-se que guardar os 12 meses de operação básica não é uma tarefa fácil, por isso a importância de seguir um planejamento e um prazo adequado para a construção desse capital.

Reserva de emergência

Onde aplicar a reserva?

Toda reserva de emergência deve estar alocada em investimentos de rápida liquidez. Isso significa que ela deve estar rapidamente disponível para quando você precisar. As opções mais populares no Brasil são:

– Poupança,

– Títulos do tesouro direto SELIC,

– CDBs com liquidez diária,

– Ações pouco voláteis e com maior segurança financeira.

Se você pretende iniciar a construção da reserva da sua empresa, é essencial que analise cada uma dessas opções. Só assim poderá fazer a melhor escolha de acordo com as suas necessidades.

Conclusão

Para recapitular os pontos principais do texto:

1 – Uma reserva de emergência é algo essencial para a garantia da sobrevida de uma empresa.

2- Uma reserva de emergência nada mais é que a construção de um capital alocado para manter o funcionamento da empresa em momentos de dificuldade.

3 – O ideal é que a empresa tenha uma quantia de pelo menos 12x o valor necessário para manter as operações básicas.

4 – Há diversas opções para a resolva de uma reserva financeira, cada uma delas dependerá do perfil do investidor e de suas necessidades.

Gostou deste texto e gostaria de alguma ajuda contábil na construção da reserva da sua empresa? Clique aqui e entre em contato conosco.

Veja mais artigos do nosso blog:

Contabilidade para Gestor de Tráfego: Como funciona?

Contabilidade para Gestor de Tráfego: Como funciona?

Contabilidade para gestor de tráfego é algo importantíssimo para a nova profissão. Assim como todos os outros ramos, contabilizar os lucros e as perdas se faz muito necessário. contabilidade.

Todo empresário precisa ter CONTA de PESSOA JURÍDICA?

Todo empresário precisa ter CONTA de PESSOA JURÍDICA?

Se você já recebeu alguma orientação para não abrir, encerrar uma conta de pessoa jurídica ou continuar utilizando a sua conta pessoa física, essa orientação está totalmente equivocada, tome cuidado! A maior regra para administração de um negócio é separar as finanças pessoais das finanças da empresa.

O que um contador pode fazer pela sua empresa?

O que um contador pode fazer pela sua empresa?

Um bom contador pode te ajudar em diversas áreas e fazer sua empresa crescer. Por isso, nunca subestime a importância de contratar um contador para a sua empresa. É uma das decisões mais sérias que você tomará para o seu negócio. Esqueça a ideia de que o contador é só alguém que calcula impostos e os salários dos colaboradores.

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais