Todo empreendedor alguma vez já se deparou com esta dúvida: como motivar meus colaboradores? O que fazer para que eles estejam sempre dispostos e empolgados com o trabalho?

Responder essas perguntas não é tarefa fácil. Muitos de nós já tentamos diversas técnicas: elogios, aumento de salário, desempenhar outras funções, mas, muitas vezes, nada disso funciona de uma maneira definitiva.

O funcionário se sente empolgado, trabalha bem, mas logo depois se desmotiva novamente e podemos ver os velhos hábitos retornarem rapidamente.

E o que funciona, então? Neste artigo, falaremos de um experimento conduzido pelo autor da administração Frederick Herzberg e comentado em seu artigo “Mais uma vez: como você motiva os funcionários?”, publicado na Harvard Business Review.

O experimento de Herzberg é crucial para que você possa saber como motivar os colaboradores e aplicar na sua empresa.

O que não fazer para motivar colaboradores

Segundo Herzberg, uma das formas mais ineficazes de motivar pessoas é o que ele chama de “metodologia pé-no-traseiro” ou metodologia PNT (A metodologia PNT é aquela forma antiga de motivar funcionários através da intimidação, do assédio moral, ou da violência psicológica).

Diversos estudos, da área da administração e da psicologia, chegam sempre na mesma conclusão: não funciona tentar motivar pessoas simplesmente dando um pontapé no traseiro delas.

Esse tipo de método, pelo contrário, apenas aumenta a improdutividade do funcionário, faz com que ele se sinta desmotivado, acuado, além de poder desencadear sérias consequências psicológicas.

Em resumo, não há qualquer razão para que um gestor utilize a metodologia PNT com qualquer pessoa. Isso é apenas indicativo de que alguém despreparado está numa posição de poder dentro da empresa, algo que pode ter consequências completamente desastrosas.

Quer saber o que fazer para melhorar a sua liderança dentro da empresa? Veja aqui: 5 dicas de como melhorar liderança e promover a independência dos colaboradores

Os maiores mitos sobre a motivação de colaboradores

Além de criticar as técnicas arcaicas de motivar colaboradores, Herzberg também analisa os grandes mitos sobre como tornar os colaboradores mais motivados. Comentaremos alguns deles a seguir:

Reduzir a carga horário tornará o colaborador mais motivado.

Essa ideia é um mito porque, ao contrário do que a maioria acredita, as pessoas não procuram trabalhar menos, procuram trabalhar melhor. Na verdade, eles querem trabalhar menos em cargos e empregos que não gostam. Porém, se elas já não gostam, reduzir a carga horária certamente não servirá para aumentar o grau de motivação daquela pessoa.

Aumentar salários tornará o colaborador mais motivado.

De acordo com Herzberg, também podemos considerar essa ideia um mito pelas mesmas razões que mencionamos antes. Se o colaborador se sente insatisfeito com o trabalho, ele continuará insatisfeito mesmo que você aumente o salário.

Oferecer mais benefícios tornará o colaborador mais motivado.

O mesmo raciocínio dos anteriores se aplica a esse caso. Um funcionário desmotivado continuará desmotivado mesmo que você ofereça mais e mais benefícios. Claro, ele pode até considerar que aquele emprego é bom e uma boa oportunidade, mas não necessariamente isso o tornará mais motivado.

Fazer um treinamento da sensibilidade ou melhorar a comunicação tornará o colaborador mais motivado.

Tal mito está ligado a uma corrente das relações humanas que tenta resolver o problema da motivação dos colaboradores a partir de uma abordagem que preconiza a comunicação e busca entender as preocupações do colaborador.

Porém, a verdade é que ações desse tipo podem até gerar ambientes de trabalhos mais harmônicos, mas não necessariamente aumentarão o grau de motivação dos colaboradores.

Uma comunicação em via de mão dupla tornará o colaborador mais motivado.

Essa é uma aposta na mesma linha da anterior e possui os mesmos problemas. Tentar ouvir e compreender as demandas do colaborador pode sim fazer muita diferença na produtividade, mas não necessariamente no grau de motivação.

Além de discutir os mitos ligados à motivação dos colaboradores. Herzberg indica diversos fatores que são responsáveis por gerar a insatisfação nos colaboradores. São eles:

Política e má-gestão da empresa.

Ou seja, empresas que apenas promovem ou oferecem melhores cargos com base em política e acordos de indicação,

– Mau relacionamento com o supervisor,

– Condições de trabalho,

– Salário baixo,

– Mau relacionamento com colegas,

– Insegurança,

– Dentre outros.

Agora que você já viu os principais mitos ligados ao problema de como motivar os colaboradores, vamos falar sobre o que de fato funciona nesse processo.

O que fazer para motivar colaboradores

Já quando se trata dos fatores capazes de motivar os colaboradores, Herzberg considera que eles são distintos dos fatores que geram a insatisfação. O ponto importante de toda a descoberta de Herzberg é o seguinte:

Os fatores que geram a satisfação e a insatisfação no trabalho são distintos e completamente independentes. Isso significa que o contrário da satisfação no trabalho não é a insatisfação no trabalho, mas a ausência de satisfação.

A descoberta de Herzberg mostra o seguinte: que mesmo que você consiga resolver todos os fatores de insatisfação na sua empresa, isso ainda não tornará seus colaboradores satisfeitos e motivados.

Claro, isso não significa que você deve ignorar os fatores de insatisfação, mas deve ter em mente que eles sozinhos não são suficientes para motivar os seus colaboradores. Você deve se preocupar com os fatores de insatisfação e os fatores de satisfação.

Colaboradores

Os fatores de satisfação são os seguintes:

Realização. O colaborador deve sentir que está realizando algo de valor na sua vida em relação ao seu trabalho. Esse é o principal fator para a satisfação.

Reconhecimento. É importante que você seja capaz de reconhecer o esforço e a contribuição dos seus colaboradores. Não há nada mais desmotivador no ambiente de trabalho do que ver os seus esforços completamente ignorados.

Sensação de avanço e crescimento. É muito importante que os seus colaboradores sintam que estão avançando e se desenvolvendo naquela função. A sensação de estagnação no trabalho é uma das principais causas da desmotivação. Todo colaborador precisa saber que está evoluindo em direção a algum lugar.

Sensação de trabalhar com algo que dá alguma satisfação. Da mesma forma que a sensação de realização, o colaborador precisa saber que se dedica a algo capaz de devolver algum grau de satisfação.

De maneira geral, os fatores que geram a satisfação no trabalho estão ligados à atividade em si, à sensação de evolução e desenvolvimento, bem com ao próprio reconhecimento da dedicação e do esforço daquele colaborador. Tomados em conjunto, esses fatores são suficientes para motivar qualquer equipe.

É assim que funciona o processo de motivação dos colaboradores 

Neste post, você aprendeu sobre como funciona o processo de motivação dos colaboradores. Falamos nas conclusões de Frederick Herzberg sobre como os fatores de satisfação e de insatisfação são independentes entre si.

Para que você consiga relembrar os pontos principais do texto, destacamos eles a seguir:

1. As metodologias PNT, que buscam motivar os colaboradores com base na intimidação, na exigência e no assédio moral, são completamente obsoletas e ineficazes;

2. Há diversos mitos sobre como funciona a motivação dos colaboradores. Em geral, oferecer mais benefícios e salários não é suficiente para resolver o problema;

3. Os fatores de satisfação e insatisfação em um ambiente de trabalho são independentes;

4. Para motivar colaboradores, o gestor deve se preocupar com ambos os fatores;

5. Os principais fatores de motivação no trabalho estão ligados a sensação de crescimento, de realização, e ao reconhecimento do esforço e da dedicação.

Gostou deste texto e gostaria de uma consultoria para o seu negócio? Nós da Conta Junto podemos te ajudar. Clique aqui e fale conosco!

Veja mais artigos do nosso blog:

Como contratar funcionários? Entenda todo o processo

Como contratar funcionários? Entenda todo o processo

A contratação de um novo funcionário na empresa é uma decisão muito importante que deve ser realizada com muita atenção.  Após avaliar o candidato no processo seletivo, e sua classificação como profissional, chegou a hora dos trâmites legais.

Como motivar os colaboradores: conheça os principais mitos e verdades

Como motivar os colaboradores: conheça os principais mitos e verdades

Todo empreendedor alguma vez já se deparou com esta dúvida: como motivar meus colaboradores? O que fazer para que eles estejam sempre dispostos e empolgados com o trabalho? tentamos diversas técnicas: elogios, aumento de salário, desempenhar outras funções, mas, muitas vezes, nada disso funciona de uma maneira definitiva.

8 sinais de que chegou a hora de contratar mais pessoas

8 sinais de que chegou a hora de contratar mais pessoas

Contratar mais pessoas é uma decisão que todo empreendedor prefere adiar o máximo possível. Infelizmente, é muito comum encontrarmos pessoas que preferem “economizar” a ter que trazer mais pessoas para a equipe. Esse tipo de decisão acaba tendo consequências desastrosas. Por vezes, a empresa não consegue crescer como deveria, não consegue atender todos os seus clientes, ou não consegue se expandir em todas as direções que lhe é possível. 

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais

Se você está chegando aqui pela primeira vez, precisa saber de uma coisa que vou te contar: aqui falamos do que acontece na prática.

Esta é a forma que encontramos de levar conteúdo para empreendedores iguais a você que muitas vezes não têm tempo para estudar sobre um assunto importante para seu negócio.

Vou contratar alguém. E agora?

Neste artigo quero te dar algumas dicas sobre como evitar problemas com seus colaboradores, desde aqueles problemas corriqueiros de funcionários que trazem muitos atestados e começam a ser um fator de preocupação, até ações trabalhistas que sugam sua energia e colocam seu negócio em risco.

1) Seleção do candidato ideal

É muito comum vermos pequenos empreendedores contratando às pressas. É como ter certeza de que vai dar errado. Sabe por que?

Na pressa esquecemos de um detalhe importantíssimo: estamos contratando UMA PESSOA, e não o que ela sabe fazer, especificamente.

Então cair no pecado de correr com o processo seletivo, numa pequena empresa, pode ser irreversível.

Quer se dar bem com o novo colaborador? Saiba que vai levar um tempo para você encontrar a pessoa ideal. Se achar em pouco tempo pode ter sido pura sorte.

2) Esperar pela pessoa ideal

Este erro é crasso, mas muita gente comete. Talvez seja algo que tenhamos arraigado em nossa cultura. Não existe pessoa perfeita!

O que existe é um grupo de competências e, principalmente, características comportamentais, que se aproximarão do que você precisa dentro da sua empresa.

Dificilmente haverá uma pessoa que atenda a todos os requisitos. É exatamente por isto que é difícil contratar um novo colaborador.

3) “Funcionário representa gasto”

Se você iniciar um processo seletivo pensando desta forma é bem alta a probabilidade de que sua nova contratação seja um fracasso!

Esta é uma crença limitante absurdamente prejudicial a qualquer negócio.

Em primeiro lugar é necessário entender que contratar novas pessoas para sua empresa deve ter o propósito de aumentar a capacidade de produção do seu negócio.

Se você já olha para isto como um problema, provavelmente você está infectado pelo vírus do pessimismo. Cuidado! Ele pode matar sua empresa.

4) Contrate pela experiência… de vida:

Não se deixe levar pelo caminho mais fácil, que é:

“se eu contratar quem já sabe fazer o trabalho terei que gastar menos tempo com esta pessoa até que ela esteja produzindo sozinha”.

Sabe aquele ditado do “barato que sai caro”? Aqui se aplica, mas não pense no “barato” como alguém que custe menos dinheiro, mas alguém que custe menos tempo para você.

Uma dica trabalhista importante aqui é que você pode contratar alguém para trabalhar na sua empresa através de um contrato de experiência, que pode ser de ATÉ 45 DIAS, prorrogáveis por IGUAL PERÍODO.

Dependendo da complexidade da função que será exercida, nada impede de você fazer uma experiência de 10 dias, por exemplo, e se não der certo você já desliga a pessoa, ou dá uma nova chance de 10 dias.

Mas este período de experiência vai sugar sua energia. Se isto não acontecer, provavelmente você não testou aquela pessoa ao limite.

Neste período é importantíssimo que você crie todas as situações possíveis que o colaborador enfrentará na empresa no dia-a-dia: pressão, decisão rápida, cobrança de resultados, situações de estresse, dificuldades de aprendizado, etc.

Lembre-se: esta pessoa deverá estar na sua empresa para resolver problemas e não criar novos!

Se alguém não é forte, resiliente (ninguém o é 365 dias por ano, ok?), focado em resultados… você dificilmente conseguirá criar estas características em alguém.

5) É mais fácil contratar pessoas medíocres:

Outro dia ouvi um podcast de uma pessoa cujo trabalho é uma inspiração para mim: o Luciano Pires, do Portal Café Brasil (aliás, recomendo que você ouça, assista e leia o que este cara diz) em que ele cita um estudo que mostra que algo em torno de 80% das pessoas são medíocres.

Aí na ponta de cima de um gráfico tem cerca de 6% a 8% da população que é formada por gênios, pessoas muito acima da média, e 12% a 14% de pessoas que são o que alguns chamam de escória, pessoas que jamais se desenvolverão, que não querem se desenvolver…

Isto nos leva a uma reflexão de que é muitas vezes mais fácil contratar alguém medíocre…

E medíocre pode ser a pessoa que está exatamente na média, mas pode também ser alguém que está mais próximo do topo destes 80%.

Mais um motivo para você não esperar ninguém perfeito! Mas isto deixa claro que o ideal aqui é buscar alguém que tenha vontade de deixar de ser medíocre.

Longe de ser pejorativo o uso da palavra “medíocre” aqui, é fato que a maioria das pessoas não vão inventar a nova roda! Mas você não precisa ter na sua equipe o sujeito que a inventou, não é mesmo?

6) Sua idoneidade é um espelho (e um ímã):

Se você é daqueles que gosta de adaptar a realidade aos seus planos, vai atrair pessoas que também tentarão moldar o ambiente ao seu redor (inclusive o de trabalho) para realizar seus planos.

É bem provável que se você não vive aquilo que exige de um colaborador como pessoa (honestidade, transparência, dedicação, trabalho duro), ele ou ela também não fará o que você espera.

Esta é a parte do artigo que eu sei que dá vontade de comentar me xingando, porque existem muitos empreendedores hiper dedicados que não conseguem formar uma equipe igualmente dedicada.

Aí pode ser que seu caso é outro: você espera de outros demais o que você é. Triste notícia: é bem difícil acontecer este “match”. Mas não é impossível!

Conclusão

Bom… pode ser que você esteja lendo e já esteja chegando um colaborador te pedindo instruções, ou um novo cliente que está te demandando aí (tomara que tenham vários!), ou esteja batendo o sono porque o tempo que achou para ler este artigo foi já na hora que está no travesseiro, não é?

Então vou finalizar aqui com um resumo de tudo que escrevi: seja empático (se coloque no lugar da outra pessoa), seja franco e honesto sobre o que espera da pessoa que está contratando, não espere demais nem de menos dela, principalmente, lembre-se que quem não pode sofrer com este processo todo é seu cliente!

Até quando vai ter dores de cabeça com a parte burocrática da sua empresa? Evite esses transtornos e foque apenas em vender mais, para entender melhor entre em contato conosco clicando aqui.

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais

Veja mais conteúdos:

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Se você chegou aqui, está pensando em abrir um restaurante ou até mesmo já tenha um e deseja saber como funciona a contabilidade para restaurantes. Seja você de qualquer ramo, analisar a contabilidade e entender como ela funciona é importante. 

Contabilidade para profissionais da saúde

Contabilidade para profissionais da saúde

A contabilidade é um dos setores que mais auxiliam um profissional da saúde a abrir sua clínica. A área da saúde possui uma importância muito grande e os serviços oferecidos por ela são essenciais. Por esse motivo, quando um profissional da área da saúde enfim se forma, ele passa a ter diversas opções para trabalhar. Uma das melhores maneiras é por meio da abertura de uma empresa na área.

Como abrir uma clínica de radiologia

Como abrir uma clínica de radiologia

Você com certeza já foi a uma clínica de radiologia, não é? Mas já lhe ocorreu abrir uma? Empreender nessa área pode ser bem lucrativo. Isso se deve a um bom potencial para se explorar no mercado. São exames úteis para diagnosticar eventuais doenças, principalmente na odontologia.

Você acaba de ganhar um diagnóstico GRATUITO com nosso contador!

Vamos verificar o que está sendo feito correto e o que pode melhorar na gestão COMPLETA da sua empresa.

E se você está começando agora, é nesta reunião que aprenderá TUDO que precisa para abrir seu CNPJ do jeito certo.