Para atuar como dentista, é necessário que o futuro profissional passe por algumas etapas. Uma delas diz respeito a informar-se sobre como abrir uma clínica odontológica.

Além disso, quando ainda está na universidade, além das longas horas de estudos e exames, chega o momento de procurar estágio e decidir em que setor da profissão irá se especializar.

Muitos optam por trabalhar em clínicas de outros profissionais já gabaritados no mercado. No entanto, há uma parcela que prefere abrir negócio próprio. Contudo, para que o investimento dê certo, é necessário que o profissional tenha boas habilidades de gestão e entenda de estratégias financeiras.

A seguir, separamos algumas dicas de como abrir uma clínica odontológica para que você possa decidir com mais facilidade se prefere, de fato, seguir o caminho do empreendedorismo.

Primeiramente: você já parou para pensar em como abrir uma clínica odontológica?

Se sim, a primeira dica é saber se você ao menos já esboçou em sua mente como seria gerenciar um consultório de odontologia.

Levante as seguintes questões: quais metas pretendo alcançar com este investimento nos próximos 5 anos? E daqui a 10 anos, como enxergo meu consultório odontológico e a base de clientes?

Dessa forma, você terá começado a traçar um caminho por onde seguir e, além disso, terá a certeza se quer mesmo realizar a caminhada do negócio próprio.

Entenda que, a depender dos objetivos que pretende alcançar, o investimento feito será diferente.

Muitas vezes, terá de desembolsar uma quantia maior de dinheiro, ou, dependendo do caminho escolhido, precisará investir mais em tempo ou em especializações.

Se seu desejo é cada vez mais expandir sua clínica odontológica, certamente o investimento inicial em capital será proporcionalmente maior.

Agora, se pretende oferecer um serviço diferenciado da concorrência, seria bem mais interessante, no momento, investir em especializações.

Primeiramente: você já parou para pensar em como abrir uma clínica odontológica?

Como abrir uma clínica odontológica: Análise do mercado de trabalho

Amar a profissão é um dos pontos importantes para o sucesso na carreira, mas saber como abrir uma clínica odontológica é muito mais do que isso.

Questões técnicas precisam ser resolvidas, dentre elas realizar uma análise objetiva de mercado.

Assim, organize suas ideias e procure entender que tipos de decisões também te trarão um maior retorno financeiro.

Dessa forma, entenda que, às vezes, você terá de colocar o bem estar de seus pacientes acima de suas preferências pessoais.

Quer ver um exemplo disso na prática? Muitos dentistas escolhem especializar-se em áreas que, no mercado, já estão saturadas de profissionais exercendo.

Ou seja, mesmo que eles tenham a possibilidade de exercer atividades as quais são mais simpáticas como dentistas contratados de clínicas já estabelecidas, acabam por abrir um consultório próprio e, no fim, frustram-se com o fato de terem de fazer o que, no fundo, não queriam. Isto porque, para que se destaquem no mercado, precisarão superar a grande concorrência.

Portanto, antes de mais nada, questiona-se:

●       Escolhi me especializar em determinada área, como está o mercado em relação a este tipo de atividade? Saturado ou com necessidade de mais profissionais capacitados?

●       O retorno financeiro para quem especializar-se nesta área é bom, mediano ou ruim?

●       Uma vez que decidi exercer a função, como a concorrência faz para aplicar suas estratégias de marketing e divulgação do consultório odontológico?

●       Afinal, a concorrência oferece um serviço de qualidade ou não?

●       O que poderei fazer para que meu consultório se diferencie positivamente dos demais?

●       Dentro da minha profissão, quais setores precisam de mais atenção e de profissionais devidamente capacitados?

Após responder a todas estas questões, você estará melhor orientado acerca do caminho que deve seguir, bem como saber com mais clareza como se destacar da concorrência.

Não subestime a importância de responder a estas perguntas, uma vez que sem o devido direcionamento, você pode optar por atender em um setor já saturado do mercado – o que lhe acarretará não apenas frustrações, como também prejuízos financeiros, pois, para se destacar, terá de investir muito mais dinheiro na divulgação da sua clínica odontológica.

Monte um plano de negócios que te oriente melhor em como abrir uma clínica odontológica

Aqui cabe uma pergunta semelhante a que foi sugerida anteriormente: daqui a tantos anos, que tipo de profissional pretendo ser?

Respondida a pergunta, faça desta resposta o plano de fundo dos seus negócios.

Assim, estipule metas a curto e médio prazo que, gradativamente, irão te ajudar a realizar o objetivo principal.

Imagine que esse objetivo é o topo da escada e, as metas, cada um dos degraus.

Portanto, saiba que determinar um plano de negócios bem elaborado e realista é fundamental para o sucesso do seu consultório odontológico.

Além disso, com este plano de fundo, você conseguirá compreender melhor como anda seu desempenho no decorrer deste projeto.

Por isso, defina parâmetros fáceis de serem entendidos e medidos, que possam refletir exatamente o que você pretende atingir com seu empreendimento.

Se ainda tem dúvidas em como realizar o planejamento, recomendo que baixe o meu e-book: 9 passos para construir uma empresa de sucesso.

Monte um plano de negócios que te oriente melhor em como abrir uma clínica odontológica

Uma dica quando o assunto é como abrir uma clínica odontológica, é pesquisar por KPI.

KPI é muito usado na administração de um empreendimento para indicar a performance do negócio.

Assim, em uma clínica odontológica, avalie o desempenho com o KPI, analisando, por exemplo, o número de pacientes atendidos por dia.

Em seguida, estabeleça uma média de preço para o atendimento, incluindo retorno dos pacientes, primeiras consultas, bem como os procedimentos realizados em cada um deles.

Imagine a seguinte situação: digamos que, por cada um dos atendimentos, o lucro da sua clínica seja de R$ 100,00. Se seu objetivo é lucrar R$ 1.000,00 por dia, terá de atender, no mínimo, 10 pacientes diariamente.

Bem, agora que você já sabe a média de pacientes que precisa atender por dia para atingir seus objetivos de lucro, defina em quanto tempo pretende alcançar essa métrica – 6 meses, 1 ano?

Assim, monte metas por trimestre e, de pouco em pouco, vá aumentando sua KPI. Uma outra dica de ouro é buscar por um software de gestão. Ele te ajudará a coletar dados e informações relevantes. 

Além disso, é bom que você esteja sempre atento às tecnologias de administração de negócios, pois elas serão de grande importância no sucesso do seu empreendimento.

Mas atenção! No exemplo que demos sobre número de pacientes por dia, não caia na armadilha de querer sempre manter um grande volume de atendimentos diários se sentir que seu lucro está diminuindo.

Aliás, todos estes detalhes precisam estar previstos em seu plano de negócios, diminuindo as chances de erros e aumentando o potencial da sua clínica odontológica.

Estabelecer os serviços que serão prestados é um dos critérios de como abrir uma clínica odontológica

Já parou para pensar que é muito difícil encontrar um consultório odontológico que se especialize em um número limitado de modalidades de atendimento?

Geralmente, os dentistas querem adotar várias frentes porque é, de certa forma, uma segurança para o negócio. Ou seja, se uma das frentes não der muito certo, existem as outras que mantêm o estabelecimento funcionando.

Ademais, pense que é muito mais cômodo para um paciente realizar todos os procedimentos num só local ao invés de ter de procurar outros consultórios odontológicos para finalizar tudo que pretende fazer em questão de tratamento bucal.

Mas claro! Pense sempre antes de escolher os atendimentos que irá oferecer e decida-se pelos melhores e mais populares.

Além disso, parcerias também são muito importantes. Por exemplo, se vai trabalhar com implantodontia, é fato que os serviços que oferecerá a seus pacientes dependerá diretamente do setor de imagens.

Assim, uma boa parceria nesta área será ótima para os lucros da sua clínica odontológica.

Estabelecer os serviços que serão prestados é um dos critérios de como abrir uma clínica odontológica

Exigências legais ao abrir uma clínica odontológica

Aqui entra a questão de atentar-se à legislação: esta etapa é realmente necessária e requer bastante atenção.

Se montar uma clínica odontológica fora dos padrões estabelecidos pela legislação, certamente terá muitos problemas futuros, inclusive correndo o risco de ter seu empreendimento fechado e multas altíssimas.

Quando se trata de como abrir uma clínica odontológica, saiba que há normas sanitárias e de higiene próprias para que o local possa funcionar dentro da legalidade.

Mantenha-se atento também à legislação local, ou seja, do estado e município onde mora. Muitas vezes, eles possuem leis próprias que devem ser igualmente atendidas.

Você pode, por exemplo, realizar a solicitação da vigilância sanitária antes de dar início às obras da sua clínica. Dessa forma, providenciará, com antecedência, os reparos que devem ser feitos, evitando contratempos futuros.

Outro ponto é saber que, caso lide com procedimentos, precisará conferir as disposições contidas na RDC/Anvisa n° 306, de 2004. É ela que regula a coleta de resíduos, sempre assegurando a segurança e higiene dos profissionais, bem como dos pacientes e coletores

Ademais, no caso de sua clínica trabalhar com tratamentos radiológicos, existe a portaria SVS/MS n° 453, de 1998. Assim, vá pesquisando todos estes pontos e assegure que seu consultório odontológico estará funcionando dentro da lei e oferecendo o melhor atendimento aos pacientes.

Tributação para clínicas odontológicas

Por fim, veja a questão da tributação relacionada à classe dos dentistas.

Separe um tempo só para compreender, ao máximo, esta questão e, se preciso for, conte com a ajuda de um contador para lhe ajudar a ajustar todos os pontos da questão tributária de sua classe profissional.

Informe-se sobre declaração de imposto de renda e impostos municipais, principalmente.

Dessa forma, você já inclui todos estes valores no orçamento anual de sua clínica odontológica e, assim, evitará dores de cabeça futuras com relação ao fluxo de caixa.

Assista: como abrir uma clínica odontológica

Finalmente, escolha uma boa localização para sua clínica

O último passo de como montar um consultório odontológico é, sem dúvidas, escolher um local satisfatório para abrir seu negócio.

Pense num ponto que seja estratégico, ou seja: que tenha um bom fluxo de pessoas, boa pavimentação, grande área para estacionamento e, claro, um local limpo e localizado em bairro seguro.

Outra vantagem é se o local for perto de onde mora. Assim, economiza não apenas no tempo de chegada ao consultório, como também em combustível ou outros demais gastos, como aplicativos de transporte ou mesmo transporte público.

Ainda tem dúvidas? Entre em contato com nosso contador.

Veja mais artigos do nosso blog:

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Se você chegou aqui, está pensando em abrir um restaurante ou até mesmo já tenha um e deseja saber como funciona a contabilidade para restaurantes. Seja você de qualquer ramo, analisar a contabilidade e entender como ela funciona é importante. 

Contabilidade para profissionais da saúde

Contabilidade para profissionais da saúde

A contabilidade é um dos setores que mais auxiliam um profissional da saúde a abrir sua clínica. A área da saúde possui uma importância muito grande e os serviços oferecidos por ela são essenciais. Por esse motivo, quando um profissional da área da saúde enfim se forma, ele passa a ter diversas opções para trabalhar. Uma das melhores maneiras é por meio da abertura de uma empresa na área.

Como abrir uma clínica de radiologia

Como abrir uma clínica de radiologia

Você com certeza já foi a uma clínica de radiologia, não é? Mas já lhe ocorreu abrir uma? Empreender nessa área pode ser bem lucrativo. Isso se deve a um bom potencial para se explorar no mercado. São exames úteis para diagnosticar eventuais doenças, principalmente na odontologia.