Porque você deve reinvestir o lucro da sua empresa

Um dos erros mais comuns entre os empreendedores é não saber distinguir o orçamento da empresa do próprio orçamento pessoal ou doméstico. Assim que a empresa cresce e começa a gerar algum caixa, a maioria deles aumenta as despesas pessoais e utiliza o caixa da empresa como fonte para os próprios luxos. O resultado disso é sempre desastroso, quando a empresa vai mal, não há qualquer capital disponível para mantê-la funcionando e os cortes na carne se tornam inevitáveis.

Há um famoso ditado que resume bem a mentalidade dos empresários bem sucedidos: “empresa rica, dono pobre”. Não importa o quanto a sua empresa ganhe, o faturamento é dela e não seu. Esses empresários entendem entendem que a empresa possui uma vida própria e independente da própria participação nela.

Para evitar esse tipo de problema, há duas perguntas essenciais que você deve se fazer quando sua empresa começa crescer: Qual o meu papel dentro da empresa? Quanto de salário eu posso me pagar?

É somente depois de saber exatamente qual o caixa da sua empresa que você poderá começar a pensar em investir o lucro. Segue e confere os maiores benefícios de estar sempre reinvestindo o lucro da sua empresa:

Atravessar os tempos difíceis

Esse é um motivo indispensável. Construir uma reserva de emergência ou um capital de giro fortes o suficiente para ajudar a empresa nos momentos de dificuldade deve ser um de seus objetivos iniciais.

Quando a empresa vai bem, é muito difícil termos a perspectiva de que as coisas podem ficar ruins. Em geral, as pessoas acabam deslumbradas com o lucro e perdem a perspectiva de como as marés podem mudar. Há quem acredite que pensar assim é ser pessimista.

Preparar-se para os tempos de dificuldade não é ser pessimista, é aceitar que há fatores que não controlamos e que tudo pode mudar de uma hora para outra.

Afinal, quem conseguiria imaginar que em 2020 aconteceria uma pandemia? Creio que ninguém. Porém, as pessoas que se prepararam para cenários assim estiveram muito mais preparadas para lidar com o desafio.

Aumento do valor patrimonial

Investir na parte física da sua empresa, em novos materiais, novos móveis e novo espaço, não apenas melhorará o visual, mas também o valor patrimonial. Para cada real investido, o valor final da empresa aumenta. Os grandes empresários não se importam apenas com o faturamento, importam-se também com o aumento do valor de mercado. Aprender a diferença entre esses dois âmbitos o ajudará a ganhar uma nova perspectiva da sua empresa.

Percepção de crescimento

Reinvestir o lucro na própria empresa gera no cliente uma percepção de crescimento. Seu cliente notará que as coisa estão dando certo, e isso é muito bom para a percepção geral que as pessoas possuem da sua empresa. Todo cliente gosta de saber que participa de algo de sucesso, que contribui para o crescimento de algo.

Quanto maior a percepção de crescimento, mais as pessoas notarão o sucesso da empresa. E quanto maior o sucesso, mais pessoas se sentirão atraídas pelo seu negócio.

Crescimento contínuo

Esse é um dos fatores mais importantes. Tenha em mente que cada etapa de crescimento demanda mais investimento e trabalho. Você não conseguirá crescer se não investir. Para crescer você precisará de mais funcionários qualificados, de mais divulgação, de um maior contato com o cliente, de uma expansão da sua marca, dentre outras coisas. E todas elas demandarão mais dinheiro e mais investimento.

O crescimento de uma empresa não vem simplesmente de graça. É preciso pagar por ele. Esse preço é pago em dinheiro, suor e trabalho.

Você está  vivendo alguma dificuldade na sua empresa e não sabe como resolver? Entra em contato conosco que o ajudaremos.

Aproveita e assista a este vídeo!