Dicas de gestão e finanças para produtores digitais

Dicas de gestão e finanças para produtores digitais

O mercado digital inventou várias profissões novas e altamente lucrativas. Hoje há diversas profissões especializadas em cada segmento da internet, ou até mesmo em cada rede social e nicho.

É possível contratar gestores de tráfego, redatores especializados em blogs, em legendas para o Instagram e outras redes sociais, bem como os chamados lançadores e outros profissionais do marketing digital.

O problema é que essa ainda é uma área nova, em que quase tudo é feito de maneira informal e sem maiores regulações ou amarras contratuais. O resultado é que o produtor digital está sempre à revelia de acordos informais, algo que por vezes pode gerar vários inconvenientes, como atraso de pagamento, desistência dos acordos, dentre várias outras coisas.

Então, continua nesse texto que apresentaremos algumas dicas financeiras importantes para todo tipo de produtor digital:

Tenha um contrato de execução

Nossa primeira dica financeira, direcionada sobretudo para produtores digitais que trabalham com lançamentos, é ter um contrato de execução no qual as atribuições de cada parte são explicitamente colocadas.

Um problema muito comum enfrentado por vários lançadores é o fato de que muitos produtores de Instagram ou Facebook acabam por desistir do lançamento, ou até mesmo levantam novas exigências somente às vésperas do lançamento.

Por isso, uma das melhores formas do lançador se prevenir desse tipo de eventualidade é antes firmar um contrato de execução com o produtor. Muitos focam somente em contratos de atribuições financeiras, mas acabam negligenciando os próprios aspectos do processo de lançamento. Porém, o ideal é que ambos os âmbitos sejam tratados em contrato, de maneira única. O que nos leva ao segundo ponto:

Tenha um contrato financeiro

Se você trabalha com lançamento, ou até mesmo com outros tipos de produtos e serviços digitais, tenha sempre um contrato financeiro com o seu cliente. Para lançadores, é possível deixar explícito as porcentagens de divisão, a ordem de retirada dos valores, bem como vários outros itens que facilitam a comunicação e impedem a criação de atritos e outros desentendimentos entre produtor e lançador.

Com um contrato em mãos, você produtor/lançador não precisará se constranger em exigir o cumprimento de determinado ato, ou sequer precisará comunicá-lo.

produtores digitais

Construa um portfolio

Nossa terceira dica financeira para qualquer tipo de produtor digital é ter atenção em documentar seus processos para construir um portfólio com seus resultados. Não importa que produto ou serviço você ofereça, esteja sempre registrando e documentando seus resultados.

Lembre-se que no mercado digital os títulos e formações acadêmicas não importam muito. O que importa são os resultados e quem conseguiu realizar o quê. Com isso, ter um portfólio mostrando detalhadamente cada resultado alcançado por você fará uma enorme diferença no momento de contratar novos clientes e até mesmo poder cobrar mais pelos seus serviços.

Torne-se MEI

Por último, nossa dica é tornar-se MEI. Vários profissionais da área digital se enquadram no MEI, pois em geral são prestados de serviços ligados a educação. Se você ainda não conhece as vantagens de se tornar MEI, poderá consultar o seguinte texto:O que abrir: Uma microempresa (ME), uma empresa de pequeno porte (EPP) ou uma microempresa individual (MEI)?

Seguir cada dica acima certamente o ajudará na profissionalização do seu trabalho como produtor. Além disso, sua carreira ganhará um pouco mais de segurança e estabilidade a partir de ações simples como a utilização de contratos, a formalização por meio do MEI e a construção de um portfólio. A partir daí, a tarefa de prospectar novos clientes se tornará muito mais fácil, uma vez que o cliente notará sua seriedade e experiência.

Gostaria de abrir sua empresa e se profissionalizar? Clique aqui podemos te ajudar!

Veja mais artigos do nosso blog:

Conheça nossos serviços:

plugins premium WordPress