Saiba como legalizar um escritório de advocacia e esteja dentro da lei!

Você estuda alguma área de advocacia? Certamente já pensou em montar o seu próprio escritório, não é mesmo?

Mas muitas das vezes aparecem as dificuldades e você não sabe nem por onde começar, então, aqui você ficará sabendo de algumas dicas sobre como planejar o seu negócio e ficará por dentro das exigências da lei para abrir um escritório advocatício.

A advocacia é uma das profissões mais procuradas dentro do mercado, e compreende algumas questões judiciais que incluem os direitos trabalhistas, criminais, penais, fiscais, civis, entre outros.

Cada vez mais aparecem profissionais querendo exercer essa profissão, e os que conseguem se destacar, sempre são bem-sucedidos, ainda mais quando sabem exatamente como abrir um escritório de advocacia bem elaborado e com as questões legais em dia.

Manter a boa conduta e a ética em dia são grandes diferenciais nos olhos de quem procura um advogado, pois as pessoas sempre buscam por profissionais que realmente sabem o que estão fazendo para defenderem as suas causas.

É muito importante que o profissional proporcione classe nos serviços e também tenha qualidades que possam conferir destaque a ele, de modo que consiga fechar negócio com os clientes que visitam o seu escritório de advocacia.

Veja abaixo algumas exigências legais que são necessárias para abrir um escritório de advocacia:

Para você poder ser dono(a) de um escritório jurídico e também poder atuar como autônomo ou contratado, é necessário que você seja aprovado no exame da OAB.

Para abrir o seu escritório de advocacia devidamente legalizado é necessário que tanto você quanto os outros profissionais e a empresa estejam devidamente regularizados pela OAB.

Conforme diz a Lei nº 6.839/1980, o registro dos profissionais e das empresas precisam se encontrar legalmente licenciados e serão indispensáveis nos institutos competentes para a inspeção do exercício das diferentes profissões.

Para efetuar o registro do escritório, você também precisa realizar uma pesquisa para saber se existe outro escritório com um nome igual ou similar ao que você escolheu.

Veja abaixo a quem você precisará recorrer para abrir e legalizar o seu escritório de advocacia:

Ordem dos Advogados do Brasil: Registro do contrato social da empresa juntamente à OAB;

INPI: Para consultar registros de patentes e marcas;

Secretaria da Receita Federal: É necessário para criação do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica);

Prefeitura Municipal: Para conseguir o alvará de funcionamento;

Previdência Social: Serve para cadastrar a empresa e os responsáveis legais;

Caixa Econômica Federal: Para cadastrar o escritório no sistema de Conectividade Social;

Corpo de Bombeiros: Para poder ter a autorização de funcionamento.

Além de todos esses requerimentos, por ser uma atividade de caráter público, para abrir o seu escritório de advocacia é necessário que você siga uma legislação específica.

Em termos gerais, tudo isso é regulado de acordo com a lei nº 8.906/1994, que trata dos dispositivos essenciais aplicáveis, e é responsável por regulamentar a profissão do advogado, entre outros assuntos.

Muitos não sabem quando começar a se organizar para abrir o seu escritório, e isso depende realmente de cada um. O importante é que a pessoa se sinta segura para atuar na área e tenha bastante planejamento.

Depois de ler esse artigo, com certeza, você já tem uma noção de como legalizar o seu escritório de advocacia, mas se precisar de ajuda, fale com a Conta Junto! Teremos prazer em ajudar!

Agora só falta você correr atrás dos recursos necessários e colocar tudo em ordem!

Quer saber como um advogado pode pagar menos impostos? Clique aqui

Boa sorte e muito sucesso!

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Advogados

Em muitos casos, é bem provável que o(a) Doutor(a) esteja pagando mais impostos do que deveria. Por isso é necessário ter uma contabilidade especializada no seu segmento. Nós da Conta Junto somos já ajudamos nossos clientes a economizarem até 83% com impostos.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Veja mais conteúdos:

Por que minha empresa não cresce? Conheça 3 motivos principais

Todo empreendedor já experimentou a sensação de não saber para onde a empresa está indo, de que tudo está fora de controle, estagnou e não há muito o que fazer para sair dali. Em geral, assim que essa fase chega, a primeira reação é sempre apontar os culpados mais comuns: a economia, os clientes, a equipe, a maré baixa, ou qualquer outro fator externo. Grande parte desses empreendedores não acredita no processo de crescimento de uma empresa.

Entenda o que é BPO (Business Process Outsourcing)

Assim que uma empresa cresce, surgem novas preocupações e demandas. Logo as novas dimensões começam a exigir novos profissionais, como contadores, gerentes financeiros, diretores de marketing, dentre outros. Ou ainda, o crescimento da carteira de clientes significa novos desafios e novas exigências de especialização. O problema, naturalmente, é que trazer mais pessoas significa mais contratos e mais tempo gasto em processos seletivos. Foi para resolver problemas desse tipo que nasceu o chamado BPO (Business Process Outsourcing)

Aprenda a gerar vendas recorrentes para sua loja

Para fazer vendas recorrentes, contudo, não é necessário que você tenha um serviço de assinaturas. Há diversas formas de assegurar vendas recorrentes utilizando de algumas estratégias para fazer com que o seu cliente retorne a sua loja diversas vezes e por diferentes motivos. Sabe aquela estratégia do mecânico que oferece uma manutenção e troca de óleo por um valor baixo, mas quando você faz o serviço, ele dá uma olhada no seu carro e fala: “olha, já que nós fizemos a manutenção, seria importante também a gente trocar uma peça X ou Y”. Ali, pode até ser que o mecânico não saiba, mas ele acaba de criar uma pequena recorrência.

Chamar no WhatsApp