6 maiores mitos sobre a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Provavelmente o assunto que mais gera urticária no infoprodutor ou no afiliado é a contabilidade. Como é que funciona a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados? É a mesma coisa que outras empresas? Quanto se paga em impostos?

E a maioria desses infoprodutores e afiliados acabam tentando resolver sozinhos questões que poderiam ser facilmente resolvidas com as pessoas certas. Vamos entender juntos, então, quais são os maiores mitos que circundam a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados.

Quer poupar tempo e marcar uma reunião com nosso contador? Agende agora mesmo um diagnóstico:

1) É melhor começar como MEI.

O número de pessoas tentando ganhar dinheiro na Internet é cada vez maior. E, como em tudo, chegam pessoas com alta chance de sucesso e outras com pouca a chance de sucesso para atuarem na mesma atividade. Então você começa a ver alguém fazendo um 6 em 7 atrás do outro e você não consegue decolar.

É claro que você não vai deixar de faturar um 6 em 7 porque decidiu abrir um MEI, mas este é um dos maiores mitos quando falamos de Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados. É normal (e até plausível) querer economizar tudo que for possível com impostos.

Mas o que muitos infoprodutores e afiliados fazem é acabar errando no planejamento e, com isso, abrem um MEI que, no primeiro lançamento, já pode estourar o faturamento.

IMPORTANTE: Você sabia que o MEI só pode migrar para Microempresa, em regra geral, no mês de Janeiro de cada ano? Então se começar um MEI por engano, as penalidades podem ser bem altas.

MUITO IMPORTANTE: Se você é afiliado não pode ser MEI mais, segundo a Receita Federal. Então gastar energia tentando utilizar este tipo de empresa pode te expor a prejuízos imensuráveis.

A melhor solução para quem está começando no mercado digital é contar com o apoio de um profissional para fazer um planejamento tributário minucioso para poder comparar os regimes tributários.

2) Optar pelo Simples Nacional é o mais viável no início.

Esse erro é frequentemente cometido se você não tiver uma Contabilidade Especializada para Infoprodutores e Afiliados. Há muitos casos que tributar pelo Simples Nacional pode gerar uma tributação cerca de 100% maior.

Diversos grandes players do mercado digital falam sobre a importância de se pagar os impostos corretamente, disso você já sabe. Esta prática vai te permitir crescer sem temores de tomar uma invertida por parte da Receita Federal depois, sobretudo quando já estiver em um nível de notoriedade em que é impossível se esconder.

No entanto é necessário sempre lembrar que pagar impostos a mais do que se deve pode te colocar em uma posição desconfortável frente à concorrência e até mesmo inviabilizar as vendas do seu curso on-line, e-book ou seja lá qual for seu infoproduto. Vou te dar alguns exemplos:

Fazendo um 7 em 7 com o menor imposto:

Após iniciar seu infoproduto e faturar múltiplos 6 dígitos ao longo de um determinado tempo, enfim chegou o tão sonhado 7 em 7. Vamos imaginar que você entregue um curso on-line com upsell para uma mentoria ou algum encontro presencial muito importante. Quanto você vai pagar em impostos?

Simples Nacional: aproximadamente 14,35%, ou R$ 143.500, se considerarmos R$ 1 milhão em vendas.

Lucro Presumido: 11,42%, ou R$ 114.200, se considerarmos R$ 1 milhão em vendas.

Ou seja, uma economia de R$ 29.300 por milhão de reais faturado. Embora isso seja só um parâmetro, a economia pode ser até maior se falarmos em R$ 2 milhões em vendas. Isso sem falar o risco de exclusão do Simples Nacional para faturamentos mais próximos do limite de R$ 4,8 milhões em 12 meses.

A pergunta que fica é: quantas vendas você faria com R$ 29.300? E se falarmos em 4 lançamentos por ano? Quanto dá para gerar de tráfego com R$ 117.200?

Esse mito é um dos piores para afundar um infoproduto promissor. Você pode ter um impacto negativo no lançamento apenas por não ter uma Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados especializada.

Economize agora em imposto, agende um diagnóstico gratuito:

Ficou com alguma dúvida? Neste vídeo eu faço algumas simulações de impostos para infoprodutores:

3) Uma Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é burocrática.

Eu costumo sempre dizer que qualquer coisa que seja burocrática (e não seja do governo) tem algo muito errado. A Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados não precisa ser burocrática. É possível automatizar completamente o envio de notas fiscais (imagina você fazer 100, 1000 vendas e ter que emitir nota individualmente).

Também é possível aproveitar dos benefícios que a tecnologia permite e se conectar à Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados, agilizando todo o processo de intercâmbio de informações e peneirar as informações em tempo real para não ser você o próximo infoprodutor a virar almoço do Leão.

Afinal você não está construindo seus infoprodutos para fazer o autêntico voo da galinha, decolando agora e entrando em derrocada depois, não é mesmo?

É totalmente possível que você conduza seus negócios, coloque todas suas energias nos seus lançamentos (e haja energia, né!), tenha total controle dos números do seu negócio sem gastar um tempão com burocracia mensalmente.

A Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é burocrática

4) Vou começar a trabalhar no infoproduto sem a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados.

Todo negócio precisa ter um CNPJ aberto antes do Dia Zero. Você vai aportar capital no negócio que está nascendo (ou não) e esse negócio precisa nascer, criar uma identidade, crescer, se formar. Em tese uma Pessoa Jurídica não é lá tão diferente de uma Pessoa Física, não é mesmo?

Imediatamente após abrir um CNPJ sua empresa já terá obrigações fiscais a serem cumpridas. É muito importante também já fazer diversos cruzamentos de dados antes que o Fisco o faça. Porque se a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados te apontar uma inconsistência e resolver é melhor que um fiscal, não é mesmo?

E não para por aí. Você vai na onda do mercado e vai colocar preço à esmo, “só porque termina em 7” ou vai calcular seu custo adequadamente para colocar o preço ideal no seu produto?

A Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é quem vai te ajudar a colocar o preço correto no seu produto para cobrir todos os seus custos e você poder obter o percentual de lucro planejado.

Contabilidade para infoprodutores e afiliados

5) Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é só para grandes players do mercado digital.

Este é o pior dos enganos. Negócios digitais de todos os portes precisam da Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados. Sem a contabilidade sua empresa será só mais uma navegando à deriva e à mercê de uma fiscalização impiedosa que pode não querer ouvir seus argumentos, até porque praticamente toda a fiscalização acontece on-line atualmente.

A Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é a ferramenta que todo infoprodutor ou afiliado precisa para entender as métricas financeiras e contábeis mais importantes para que construa um negócio duradouro e que pague o que você merece no mercado digital.

Economizar com a Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados, especialmente no início do negócio digital, pode significar gastos desnecessários no futuro e anos de pagamento de imposto maior do que deveria.

Caso você tenha dúvidas sobre os riscos de não pagar os impostos devidamente este vídeo pode te ajudar:

6) A Receita Federal só pega grandes influencers e infoprodutores.

Infelizmente para muitos pequenos infoprodutores, esse tempo já ficou no passado. Era muito comum a Receita Federal fiscalizar apenas empreendedores com milhões de impostos pendentes.

Com o advento da tecnologia também para a fiscalização tributária tem sido constante a cobrança de pequenos devedores.

O processo fiscalizatório da Receita Federal divide-se em 5 etapas:

1) Detecção da irregularidade

Após identificar que um contribuinte está devendo imposto, o robô da Receita Federal lança esse débito para um fiscal assinar digitalmente. Os filtros mudam frequentemente e não é só o valor total do débito que importa, mas uma série de critérios de comportamento tributário.

2) Auto-Regularização

Nesta fase a Receita Federal envia uma carta por meio digital (acessível com o certificado digital) e para o endereço físico do CNPJ para que seja feito o pagamento das diferenças apuradas em um prazo de 30 a 45 dias.

Para efeito informativo, a taxa de conversão nessa etapa é de 95%. O Leão se alimenta daqui.

3) Fiscalização / Malha Fina

Se não for pago o que foi apresentado, inicia-se um processo fiscalizatório. Documentos podem ser exigidos pela Receita Federal (atualmente devem ser enviados digitalmente). É aqui que muita gente não consegue se explicar.

IMPORTANTE: você não pode deixar chegar a este ponto, porque as multas aqui podem chegar a 225% do valor do imposto (calculado por eles, diga-se de passagem).

4) Inscrição em Dívida Ativa

Aqui a sua dívida vai para uma divisão do Ministério da Fazenda onde a Receita Federal colocará no encalço da sua empresa uma equipe de advogados federais cuja única atribuição, praticamente, é recuperar impostos dos contribuintes. Ou seja: uma equipe de alimentadores do Leão. Haja coração!

5) Ajuizamento do débito

Quando a dívida vai para a Justiça, aí só te resta buscar se defender como puder, mas você acabou de entrar em uma batalha judicial lenta, burocrática e cheia de pegadinhas.

Um prazo perdido e… milhares ou até milhões de reais de prejuízo baterão à sua porta.

Você pode evitar tudo isso com um diagnóstico gratuito:

Conclusão

Como você já deve ter percebido à esta altura, ter a Receita Federal ou outras instâncias tributárias te cobrando não é nada confortável para os negócios. O seu foco no que realmente importa será atingido em cheio e a partir do momento que um ente público está no seu encalço, é impossível manter o mesmo ritmo.

Seu produto, sua equipe, todos à sua volta dependem de você. Soma-se a isso a sua reputação, o zelo necessário para não deixar a construção de anos se desmoronar por causa de algo evitável.

A Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados é o caminho mais seguro para você evitar uma série de transtornos ao seu negócio. É a forma mais inteligente de apurar os resultados da sua empresa e, antes mesmo de começar a vender, obter o apoio necessário para não sofrer prejuízos desnecessários.

Nós podemos te ajudar, clique aqui e fale com nosso contador.

Caso ainda tenha dúvidas de como funciona a contabilidade para infoprodutores e afiliados, assista a este vídeo:

Você acaba de ganhar um diagnóstico GRATUITO com nosso contador!

Vamos verificar o que está sendo feito correto e o que pode melhorar na gestão COMPLETA da sua empresa.

E se você está começando agora, é nesta reunião que aprenderá TUDO que precisa para abrir seu CNPJ do jeito certo.

Diagnóstico gratuito

Agende agora um horário com nossos especialistas e eleve seu negócio ao próximo nível; se tiver uma dúvida pontual, sinta-se à vontade para comentar no YouTube. No WhatsApp, focamos em fechamento de negócios e consultorias personalizadas.