Vamos entender com mais detalhes as questões que envolvem a atividade do representante comercial e como abrir uma empresa de representação comercial.

A representação comercial é uma atividade desempenhada sem relação de emprego para a realização de negócios entre empresas. O representante comercial negocia propostas entre a empresa cliente e a empresa representada.

A representação comercial é uma atividade regulamentada pela Lei 4.886/65, a lei fala sobre a obrigatoriedade de registro no Conselho Regional, o contrato de prestação de serviços, quem está impedido de ser representante comercial, entre outros assuntos pertinentes.

Por ser uma atividade sem vínculo empregatício, podendo ser exercida por meio de uma empresa de representação comercial ou de forma autônoma; vamos falar sobre a abertura de empresa de representação comercial.

Tendo em vista que, devido a elevada carga tributária para a pessoa física que trabalha como autônomo, a opção mais vantajosa é abrir um CNPJ para exercer a profissão.

Quando abrir uma empresa de Representação Comercial

De um modo geral, duas situações vão contribuir para a sua decisão de abrir a empresa:

O mercado: o próprio mercado de trabalho vai impor ou não essa condição a você, pois muitas empresas preferem contratar profissionais que tenham seu próprio CNPJ e possam emitir notas fiscais do que profissionais autônomos.

Os custos: conforme comentamos acima, a carga tributária para um representante comercial autônomo é muito alta; visto que ele terá que pagar: 11% de INSS, Imposto de Renda que pode chegar a 27,5% e ISS, cuja alíquota vai depender do município.

Empresário Individual, EIRELI ou Sociedade Limitada para Empresa de Representação Comercial?

A escolha da natureza jurídica da empresa vai depender de como você vai trabalhar: vai trabalhar sozinho ou terá um sócio?

Se for trabalhar sozinho as opções são: Empresário Individual ou EIRELI.

Confira aqui todos os detalhes sobre Empresário Individual e EIRELI e as diferenças entre um e outro.

Se for trabalhar em conjunto com outro profissional, poderá abrir uma Sociedade Limitada. A sociedade pode ser formada por dois ou mais sócios, onde cada um contribui para a formação do capital inicial da empresa e a responsabilidade dos sócios é restrita ao valor do capital social.

Caso ainda esteja com dúvida clique aqui, podemos te ajudar.

Empresa de Representação Comercial também precisa de alvará municipal?

Sim, toda empresa precisa de alvará municipal, o que ocorre é que algumas atividades têm menos exigências que outras no que diz respeito às licenças necessárias.

Preciso de um endereço comercial ou posso usar meu endereço residencial?

Sabemos que para a realização da atividade de representação comercial não é necessário uma sede física; pois que se desloca até o cliente é o próprio representante.

Porém, toda empresa precisa ter um endereço cadastrado junto aos órgãos públicos, mesmo que esse endereço seja apenas como “escritório de contato”.

Neste caso, você pode utilizar como endereço da empresa um escritório coworking, por exemplo, ou mesmo sua residência e cadastrá-lo como “endereço para correspondência” ou “escritório de contato” como algumas prefeituras chamam.

Se caso deseje entender mais sobre o que é uma sede virtual, veja este artigo: Como funciona uma sede virtual?

Preciso contratar um contador para abertura da empresa?

A assessoria de um contador é obrigatória na abertura de qualquer empresa, com exceção do MEI.

O contador é o profissional capacitado para dar todo apoio que o empresário precisa neste momento. É a assessoria contábil quem vai dar entrada nos processos nos órgãos públicos, orientar sobre o melhor caminho a seguir, o regime tributário mais vantajoso e tudo o que o empresário precisar.

Nós, aqui da Conta Junto, somos especialistas em prestadores de serviços e nossa experiência tem ajudado centenas de empreendedores nesse momento tão importante.

Por isso clique aqui e entre em contato agora conosco para que possamos ajudar você também!

Quando vou poder emitir nota fiscal?

Assim que sua empresa estiver aberta, com Registro na Junta Comercial, CNPJ e Alvará Municipal; nosso escritório irá solicitar a prefeitura municipal da sua cidade a “Autorização para Emissão de Notas Fiscais” e pronto, sua empresa já estará apta a emitir as notas.

Quanto minha empresa de representação comercial vai pagar de imposto?

Então quanto um PJ paga de impostos?

As alíquotas que sua empresa pagará de imposto vai depender do Regime Tributário escolhido.

Para escolher o melhor regime de tributação, vamos analisar alguns fatores como: a expectativa de faturamento da empresa nos próximos meses, a margem de lucro esperada e a cidade em que a empresa está localizada.

Os regimes tributários disponíveis para a empresa de representação comercial são: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Veja abaixo as alíquotas dos dois principais regimes para a atividade representação comercial:

Representação Comercial no Simples Nacional

As alíquotas se iniciam em 6% no Anexo III e 15,50% no Anexo V. Para tributar no Anexo III o valor da folha de pagamento, pró-labore e encargos da empresa deve ser igual ou superior a 28% do faturamento.

Para entender melhor, clique aqui, e veja em detalhes como funciona o cálculo do Simples Nacional, ou se preferir assista nosso vídeo sobre o assunto.

Representação Comercial no Lucro Presumido

As alíquotas podem variar de 13,33% a 16,33% dependendo do município. Sendo 11,33% de impostos federais (Pis, Cofins, IRPJ e CSLL) e 2% a 5% de imposto municipal (ISS).

No município de São Paulo, a alíquota do ISS para atividade de Representação Comercial de qualquer natureza é 5%.

Registro no Conselho Regional dos Representantes Comerciais – CORE

A atividade de Representação Comercial é uma atividade regulamentada por lei e por conta disso, é obrigatório o seu registro no CORE.

Os documentos necessários para registro no CORE-SP são:

Documentação para registro de pessoa jurídica LTDA, EIRELI, S/A e outras Societárias e Pessoa Física Responsável Técnico.

Pessoa Jurídica / Cópias Simples:

1 – Contrato Social de constituição e alterações contratuais consolidadas devidamente registradas no órgão competente e inscrição no CNPJ;

2 – Cédula de Identidade e CPF e ou CNH válida e ou RNE para estrangeiros de todos os sócios e ou administradores;

3 – Comprovante de Residência atual de no mínimo até 03 meses;

4 – Cópia da quitação das contribuições devidas ao Sindicato, e ou comprovante de optante do simples nacional;

5 – Declaração de indicação do responsável técnico (original).

Observação: Se o registro for requerido através de terceiros será necessário apresentar procuração específica.

Pessoa Física Responsável Técnico / Cópia Simples:

1 – Cédula de Identidade e CPF, e ou CNH válida e ou RNE para estrangeiros;

2 – Comprovante de Residência atual de no mínimo até 03 meses;

3 – Comprovante de quitação com o serviço militar, para os profissionais do sexo masculino que tenham até 45 anos (exceto estrangeiros);

4 – Prova de estar em dia com as obrigações eleitorais – certidão de quitação eleitoral; exceto estrangeiros;

5 – Cópia da quitação das contribuições devidas ao Sindicato.

Observação: Se o registro for requerido através de terceiros será necessário apresentar procuração específica.

Está pensando em mudar de contador? Confira o que podemos fazer por você!

Fonte: CORE-SP

Veja mais conteúdos:

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Se você chegou aqui, está pensando em abrir um restaurante ou até mesmo já tenha um e deseja saber como funciona a contabilidade para restaurantes. Seja você de qualquer ramo, analisar a contabilidade e entender como ela funciona é importante. 

Contabilidade para profissionais da saúde

Contabilidade para profissionais da saúde

A contabilidade é um dos setores que mais auxiliam um profissional da saúde a abrir sua clínica. A área da saúde possui uma importância muito grande e os serviços oferecidos por ela são essenciais. Por esse motivo, quando um profissional da área da saúde enfim se forma, ele passa a ter diversas opções para trabalhar. Uma das melhores maneiras é por meio da abertura de uma empresa na área.

Como abrir uma clínica de radiologia

Como abrir uma clínica de radiologia

Você com certeza já foi a uma clínica de radiologia, não é? Mas já lhe ocorreu abrir uma? Empreender nessa área pode ser bem lucrativo. Isso se deve a um bom potencial para se explorar no mercado. São exames úteis para diagnosticar eventuais doenças, principalmente na odontologia.

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais

Se você deseja abrir uma empresa sozinho, provavelmente já se perguntou: “que tipo de empresa posso abrir sozinho?” e “como abrir uma empresa individual?”. Outra dúvida bastante comum é se empresa individual pode ser optante pelo Simples Nacional.

Para esclarecer essas e outras dúvidas que chegam até nós todos os dias, fizemos esse artigo: “Como abrir uma empresa Individual”.

No Brasil existem hoje dois tipos de empresa, quanto à natureza jurídica, que podem ser abertas de forma individual, sem sócios, são elas:

EI: Empresário Individual

EIRELI: Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

Veja as principais diferenças entre elas, as vantagens e desvantagens; e a seguir como abrir uma empresa individual, seja EIRELI ou Empresário Individual.

O que é Empresário Individual

O Empresário Individual é aquele que exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção de bens, comércio de mercadorias ou prestação de serviços.

A pessoa física que passa a exercer uma atividade como Empresário Individual, embora constitua uma empresa para tal, com CNPJ, tudo certinho, não possui personalidade jurídica própria e distinta da pessoa física.

Sendo assim, o Empresário Individual e o seu titular; são uma única pessoa, com um único patrimônio e uma única responsabilidade patrimonial perante a lei.

Em resumo: o empresário vai responder com seus próprios bens pelas dívidas da empresa.

O que é EIRELI ?

A EIRELI como o próprio nome já diz, trata-se de uma Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Isso significa que é uma empresa constituída de uma única pessoa: o titular; e que a responsabilidade do titular com a empresa é limitada ao valor do capital social.

Logo, o titular da EIRELI não responde com seus bens pessoais pelas dívidas da empresa. Porém, para abrir uma EIRELI é necessário integralizar um Capital Social de no mínimo 100 vezes o valor do salário mínimo vigente.

Empresário Individual x Eireli: Vantagens e Desvantagens

Em suma, a grande vantagem da EIRELI é a separação dos bens do titular e da empresa. E, a desvantagem é a necessidade de integralização do valor mínimo de capital social.

Enquanto as vantagens do Empresário Individual, é que não há necessidade de integralização de um valor mínimo de capital social; porém o empresário irá responder com seus próprios bens pelas dívidas da empresa.

Dica da Conta Junto: Para algumas empresas, por exemplo, empresa com atividade regulamentada, cujo valor de inscrição no Conselho Regional é variável de acordo com o Capital Social, pode custar ainda mais caro ser uma EIRELI.

Por isso, antes de abrir a empresa, consulte um especialista para ter certeza do tipo de empresa que melhor se aplica ao seu caso.  Entre em contato conosco agora mesmo.

Descubra como abrir empresa individual no estado de São Paulo:

Passo 1: Reunião com a Assessoria Contábil

O primeiro passo é fazer uma reunião com o contador para identificar a natureza jurídica da empresa, o melhor regime tributário, quais as atividades econômicas (CNAE) da empresa, entre outros assuntos.

Lembrando que, com exceção do MEI, a assessoria de um contador é obrigatória na abertura de qualquer empresa no Brasil; porém, muito além da obrigatoriedade, o contador é o profissional capacitado para dar todo o suporte que o empresário necessita nesse momento.

Aqui na Conta Junto, nossa experiência tem ajudado centenas de empreendedores nesse momento tão importante.

Passo 2: Busca de Nome e Consulta Prévia

A busca de nome e a consulta prévia são realizadas antes da abertura da empresa.

A busca de nome tem a finalidade de verificar se o nome escolhido para a empresa está disponível; e a consulta prévia tem a finalidade de verificar se o conselho de urbanismo permite que a empresa seja aberta no endereço escolhido e quais licenças serão necessárias.

Descubra nesse vídeo como registrar uma marca:

Passo 3: Ato Constitutivo e CNPJ

Será feito o registro do Ato Constitutivo (EIRELI) ou Requerimento de Empresário (Empresário Individual) e o cadastro no CNPJ.

Em alguns casos será necessário que o empresário tenha Certificado Digital nessa etapa.

Caso a empresa tenha atividade de indústria ou comércio, nesse passo será feita também a Inscrição Estadual.

Caso não tenha ainda um certificado digital, clique aqui e fale conosco, podemos te ajudar!

Enquadramento de ME ou EPP:

Juntamente com o registro do Ato Constitutivo ou Requerimento de Empresário, é possível fazer o enquadramento de ME – Microempresa ou EPP – Empresa de Pequeno Porte para empresas que pretendem faturar, por ano até:

– R$ 360 mil para ME;

– R$ 4,8 milhões para EPP;

Passo 4: Alvará, Licenças e Certificados

Dependendo do tipo de empresa, serão necessárias algumas licenças especiais como: Licença Sanitária, Licença Ambiental, Certificado do Corpo de Bombeiros, entre outros. Essas licenças são necessárias para obtenção do Alvará que é emitido pela prefeitura municipal.

Para fins didáticos as licenças foram inseridas aqui no “Passo 4”, porém a ordem vai depender do município onde a empresa está localizada, em algumas cidades pode ser necessário obter as licenças antes do CNPJ, em outras depois.

Passo 5: Regime Tributário

Após finalizada a constituição, é hora de escolher o Regime Tributário mais vantajoso para a empresa; nessa fase mais uma vez a experiência do contador é de suma importância para fazer uma perspectiva do futuro da empresa e orientar qual regime escolher.

Empresa individual pode optar pelo Simples Nacional

Ser Empresário Individual ou EIRELI não é impedimento para optar pelo Simples Nacional, a permissão para optar pelo Simples vai depender da atividade que a empresa vai exercer, entre outros fartores.

Mas é preciso verificar se valerá a pena optar pelo Simples Nacional.

Caso queira entender melhor como funciona o Simples Nacional e Como Calcular o Imposto do Simples Nacional, veja neste post.

MEI (Microempreendedor Individual)

– Microempreendedor Individual?

O MEI quanto a sua natureza jurídica é um Empresário Individual. Porém no caso do MEI, a empresa já é aberta e enquadrada em regime tributário específico.

O limite de faturamento do MEI é de R$ 81 mil/ano, o cadastro do CNPJ pode ser feito diretamente no Portal do Empreendedor e o Alvará e demais licenças segue as regras de cada município.

Veja nossos vídeos explicativos:

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais

Veja mais conteúdos:

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Se você chegou aqui, está pensando em abrir um restaurante ou até mesmo já tenha um e deseja saber como funciona a contabilidade para restaurantes. Seja você de qualquer ramo, analisar a contabilidade e entender como ela funciona é importante. 

Contabilidade para profissionais da saúde

Contabilidade para profissionais da saúde

A contabilidade é um dos setores que mais auxiliam um profissional da saúde a abrir sua clínica. A área da saúde possui uma importância muito grande e os serviços oferecidos por ela são essenciais. Por esse motivo, quando um profissional da área da saúde enfim se forma, ele passa a ter diversas opções para trabalhar. Uma das melhores maneiras é por meio da abertura de uma empresa na área.

Como abrir uma clínica de radiologia

Como abrir uma clínica de radiologia

Você com certeza já foi a uma clínica de radiologia, não é? Mas já lhe ocorreu abrir uma? Empreender nessa área pode ser bem lucrativo. Isso se deve a um bom potencial para se explorar no mercado. São exames úteis para diagnosticar eventuais doenças, principalmente na odontologia.

As relações de trabalho estão mudando e deixar de ser celetista1 para trabalhar como PJ está virando uma prática cada vez mais comum no Brasil, principalmente em áreas como Comunicação, Tecnologia da Informação, Arquitetura, entre outras áreas em que é possível trabalhar por demanda em vez de bater ponto.

Devido à elevada carga tributária do Brasil e principalmente o elevado gasto com processos trabalhistas, muitas empresas estão buscando por profissionais PJ.

Se por um lado, essa é uma relação vantajosa para o contratante, por outro, para o prestador de serviços, será que vale a pena abrir empresa para trabalhar como PJ?

Então, vamos aos comparativos, primeiro vamos falar das vantagens e desvantagens de trabalhar como PJ, depois vamos comparar em valores (R$) as diferenças entre CLT e PJ.

Vantagens e Desvantagens de Trabalhar como PJ (Pessoa Jurídica)

Vantagens:

– Fazer seu próprio horário de trabalho;

– Autonomia para trabalhar quando e onde quiser;

– Prestar serviços para várias pessoas ou empresas ao mesmo tempo;

– E, para quem trabalha em home-office, inclua ainda a economia de tempo no trânsito e os valores gastos com transporte;

Desvantagens:

– O prestador de serviços PJ não terá direito a férias, 13º salário, FGTS e INSS pagos pela empresa, porém para compensar as empresas pagam em média de 40% a 80% a mais para quem trabalha como PJ;

– Não tem seguro-desemprego;

– Não tem plano de saúde pago pelo contratante;

Mas como perder o medo? Veja este artigo: Como vencer o medo de começar o seu próprio negócio

Comparativo CLT x Pessoa Jurídica

Agora que falamos das vantagens e desvantagens de se trabalhar como PJ, vamos analisar em qual das modalidades é possível pagar menos impostos (sim, porque celetista também paga imposto). E além de analisar a carga tributária, vamos comparar também outros custos para verificar no final das contas qual será a opção mais vantajosa abrir empresa e trabalhar como PJ ou trabalhar como CLT:

Na simulação a seguir vamos utilizar como base um celetista com salário médio de R$ 6.000,00 por mês, que trabalha na área de TI e recebeu uma proposta para abrir uma empresa de TI e prestar serviços como PJ com uma remuneração de 50% a mais, ou seja, R$ 9.000,00 por mês.

Lembrando que, esse é um apenas um exemplo, entre as inúmeras possibilidades, por isso fique a vontade para falar conosco agora mesmo e vamos fazer uma simulação específica para o seu caso, ok? Clique aqui para falar conosco.

CLT

Primeiro vamos verificar quanto ele pagaria de impostos na modalidade CLT e qual seria seu rendimento líquido, para isso consideramos um ano de salário, incluindo férias e 13º salário, também incluímos Vale-Refeição, Plano de Saúde e FGTS.

Pessoa Jurídica

Agora vamos verificar quanto ele pagaria de impostos em uma empresa de TI e em qual regime de tributação ele pagaria menos impostos, pois obviamente se ele abrir a empresa ele vai optar pelo regime que tiver que pagar menos impostos, não é mesmo? Quanto um pj paga de imposto?

Opção 1 – Lucro Presumido

A primeira opção é o Lucro Presumido, em que os impostos federais somam 11,33% e os impostos municipais variam de 2% a 5% dependendo do município, então adotamos por base o total padrão de 16,33% de impostos federais e municipais, mais o INSS incidente sobre o pró-labore, em que é descontado 11% do empresário e a empresa ainda arca com 20% de INSS Patronal, totalizando 31% de INSS sobre o valor do pró-labore, então utilizamos um pró-labore padrão de 1 salário mínimo:

Opção 2 – Simples Nacional – Anexo V

A segunda opção é o Simples Nacional – Anexo V, no Simples Nacional todos os impostos federais, municipais e a contribuição previdenciária é paga em uma única guia e no Anexo V, a alíquota destes tributos para uma empresa que fatura até R$ 180 mil por ano é de 15,50% e o INSS descontado do pró-labore também é de 11%, porém, no caso do Simples Nacional, não há o pagamento do INSS Patronal sobre o pró-labore, pois a contribuição previdenciária patronal já está sendo recolhida juntamente com os impostos federais e municipais. Veja a seguir como ficou o cálculo dos impostos nesta opção:

Opção 3 – Simples Nacional – Anexo III

A terceira, e mais vantajosa opção, neste caso é o Simples Nacional – Anexo III, onde assim como na opção anterior todos os tributos são pagos em uma única guia e neste Anexo a alíquota total para uma empresa que fatura até R$ 180 mil no ano é de 6%, e o INSS da mesma maneira que o Anexo anterior também é 11% sobre o pró-labore, porém para utilizar essa alíquota de 6% é necessário que o gasto com folha de pagamento (neste caso pode ser apenas o próprio pró-labore) represente no mínimo 28% do faturamento da empresa, então para esta simulação consideramos um pró-labore de R$ 2.600,00 mensais, veja a seguir como ficou o cálculo dos impostos nesta opção:

Agora que tal aproveitar e ver esse vídeo em que nosso contador Sandrival Matos explica se Vale a Pena ser Pessoa Jurídica?

1celetista: termo comunente utilizado para a pessoa que trabalha segundo as regras da CLT 

– Consolidação das Leis do Trabalho.

Veja mais conteúdos:

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Contabilidade para restaurantes: como abrir um restaurante

Se você chegou aqui, está pensando em abrir um restaurante ou até mesmo já tenha um e deseja saber como funciona a contabilidade para restaurantes. Seja você de qualquer ramo, analisar a contabilidade e entender como ela funciona é importante. 

Contabilidade para profissionais da saúde

Contabilidade para profissionais da saúde

A contabilidade é um dos setores que mais auxiliam um profissional da saúde a abrir sua clínica. A área da saúde possui uma importância muito grande e os serviços oferecidos por ela são essenciais. Por esse motivo, quando um profissional da área da saúde enfim se forma, ele passa a ter diversas opções para trabalhar. Uma das melhores maneiras é por meio da abertura de uma empresa na área.

Como abrir uma clínica de radiologia

Como abrir uma clínica de radiologia

Você com certeza já foi a uma clínica de radiologia, não é? Mas já lhe ocorreu abrir uma? Empreender nessa área pode ser bem lucrativo. Isso se deve a um bom potencial para se explorar no mercado. São exames úteis para diagnosticar eventuais doenças, principalmente na odontologia.

Conheça nossos serviços:

Contabilidade para Youtubers

Nossa Contabilidade para Youtubers é focada em gerar o menor trabalho possível para o produtor de conteúdo, deixando você livre para focar no que mais importa: produzir seus conteúdos!

Saiba Mais

Contabilidade para MEI

Ganhe destaque com seu Microempreendimento por meio de um CNPJ. Evite dores de cabeça e contrate a nosssa contabilidade especializada para MEI. Estaremos lado a lado para ajudar no crescimento do seu negócio.

Saiba Mais

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Você teve a oferta ideal para trabalhar naquela empresa que tanto queria. Mas te pedem abrir uma PJ e você não sabe por onde começar. Deixe a burocracia com a Conta Junto e usufrua do seu novo trabalho.

Saiba Mais

Contabilidade para Empresas de TI

Você respira tecnologia e sua contabilidade ainda é no papel? Aqui na Conta Junto somos especialistas em atender às demandas digitais. Foque apenas nos códigos e deixe a parte burocrática conosco.

Saiba Mais

Contabilidade para Infoprodutores e Afiliados

Se preocupe apenas em alavancar ainda mais suas vendas e produzir conteúdos. A parte burocrática deixe com a gente.

Saiba Mais

Contabilidade para Médicos

Até quando ficará enviando planilhas e extratos para sua contabilidade? E até quando vai ocupar o tempo da sua secretária com a separação de papéis? Com a Conta Junto sua preocupação será com quem mais importa para seu negócio: Seus pacientes.

Saiba Mais

Você acaba de ganhar um diagnóstico GRATUITO com nosso contador!

Vamos verificar o que está sendo feito correto e o que pode melhorar na gestão COMPLETA da sua empresa.

E se você está começando agora, é nesta reunião que aprenderá TUDO que precisa para abrir seu CNPJ do jeito certo.